O CNJ, por motivos de segurança, definiu a alteração da forma de assinatura das peças enviadas ao BNMP 2.0. O acesso passou a ser personificado e a validar o cargo e a lotação do servidor/magistrado que está assinando no SAJ a peça enviada ao BNMP 2.0.

Assim, a partir de 14.08.20, caso não tenha sido realizada a confirmação do cadastro/solicitação de acesso no SCA/CNJ e a autenticação dos seus dados em aba própria no SAJ, o CNJ impedirá o usuário de assinar mandados de prisão/alvarás de soltura no BNMP 2.0.

Vide orientação do GPS Cadastro de Usuário no BNMP 2.0 para Assinatura de Peças no SAJ.

Em caso de dúvida em relação ao acesso já solicitado ao SCA/CNJ, contatar a Coordenadoria de Gerência de Sistemas Externos da CGJ, via e-mail cgjconvenios@tjms.jus.br ou telefones (67) 3314-1465 / 3314-1327 (12h às 18h) e (67) 98465-3821 (STI).

Caso haja necessidade de solicitação de novos credenciamentos, o magistrado ou chefe de cartório deverá acessar a Intranet → Corregedoria → aba Solicitação de Acesso.

ATENÇÃO! Os servidores/magistrados que atuam em mais de uma vara, deverão solicitar acesso a todas as lotações, inclusive os plantonistas deverão solicitar acesso à lotação de acordo com a região do plantão em que atuam.





O Banco Nacional de Monitoramento de Prisões do CNJ, o BNMP 2.0, visa ao controle estatístico em tempo real da população carcerária, incluindo presos provisórios, definitivos, foragidos e os presos civis.

O link para acessar o BNMP 2.0 é https://sso.cnj.jus.br/cas/login.

O cadastro de partes e peças será realizado exclusivamente por meio do SAJ-PG. O acesso ao portal do BNMP 2.0 no site do CNJ servirá essencialmente para consultas de mandados de prisão, alvarás de solturas, guias de recolhimento, relatórios e estatísticas, bem como para retirada de sigilo do mandado de prisão e unificação de RJI´s.


Tendo em vista que, por ora, apenas os mandados de prisão e alvarás de soltura expedidos no sistema SEEU estão integrados com o BNMP 2.0, os demais documentos referentes à Execução Penal serão expedidos diretamente no BNMP 2.0 web. 

1. Solicitação de acesso pela Intranet 

Para acesso ao BNMP 2.0, é necessário que o servidor do Poder Judiciário solicite acesso à Coordenadoria de Gerência de Sistemas Externos, por meio do sistema disponibilizado na página da Corregedoria-Geral de Justiça, menu Sistemas → Solicitação de Acessos, conforme determinação contida no Ofício-Circular nº 126.768.075.0001/2018.

Na tela que se abrirá, preencher os campos conforme informações que seguem:

Assim que houver a liberação de acesso pela Corregedoria, o usuário receberá um e-mail contendo o login e a senha de acesso ao sistema. Para alteração da senha, basta acessar o Sistema de Controle de Acesso - SCA e realizar a alteração clicando sobre a figura da engrenagem no canto superior direito da tela.

É de suma importância que o usuário guarde a senha de acesso ao BNMP 2.0. 


2. Redefinição de senha 

Caso o usuário não se recorde da senha de acesso ao BNMP 2.0 web, poderá redefini-la seguindo os passos abaixo.

1) acessar o BNMP 2.0;

2) clicar em Esqueci a senha, localizado no canto inferior esquerdo da tela. 

3) na tela que se abrirá, informar o número do CPF (sem traços ou pontos), clicar em Não sou um robô e Enviar.

4) será enviado um e-mail para o endereço eletrônico do usuário (xxxx@tjms.jus.br), contendo um link para redefinição de senha. 

5) ao clicar no link informado no e-mail, abrir-se-á automaticamente a página do BNMP 2.0 para alteração da senha. Informar a senha nova e clicar em Enviar.

6) será direcionado a uma tela informando que a senha foi alterada com sucesso.


Caso o usuário não receba o e-mail para redefinição de senha, deverá entrar em contato com a Coordenadoria de Gerência de Sistemas Externos solicitando o reset da senha, pelo e-mail cgjconvenios@tjms.jus.br ou pelos telefones (67) 3314-1465 / 3314-1327 (no período de 12h às 18h).

Eventuais dúvidas também poderão ser dirimidas por meio dos contatos informados acima.


(warning) Evite impressões, consulte sempre o GPS. Orientação sujeita a alterações.