Search


You are viewing an old version of this page. View the current version.

Compare with Current View Page History

Version 1 Next »

O subfluxo de petições intermediárias deve ser observado com cautela, pois, via de regra, as petições intermediárias, após juntadas aos processos, não ficam mais no subfluxo.
Quando a petição intermediária é protocolada, seu registro aparece no subfluxo de petições intermediárias, e vai evoluindo em suas filas conforme o estado em que se encontra a petição, mas tudo isso sem interferência do usuário (ag. cadastramento, digitalização, conferência, juntada).

Quando as petições permanecem na fila, pode ser:
- petição física protocolada em processo eletrônico - tem que proceder a digitalização da petição, não no processo, mas no protocolo da petição
- petição de incidente - que depende de ação do usuário para ir pra frente - atividade de "encaminhar para providências"
- petição física em processo digital, mas que foi protocolada quando o processo ainda era físico e a petição não foi juntada da maneira correta
- petição física, na mesma linha do exemplo anterior, mas que o processo voltou a ser físico, daí o sistema entende que ela precisa ser impressa
- pode ser tb simplesmente erro do sistema

Pra saber o que é tem que verificar processo a processo, petição a petição.
Recomendo que se verifique na tela de cadastro de petições intermediárias, lá aparecerão todas as petições já protocoladas no processo, quais foram juntadas da forma correta ou não, sejam físicas ou digitais.

Obs.: o jeito errado que se juntava petições intermediárias antigamente era somente lançar movimentação unitária de "juntada de petição, ao invés de juntar a petição pela ferramenta própria de juntada.

  • No labels